Como empresários podem reduzir tributos e enfrentar a crise - Revelando Sao Carlos
Home » Notícias » Como empresários podem reduzir tributos e enfrentar a crise

Como empresários podem reduzir tributos e enfrentar a crise

Marins Consultoria explica que instabilidade econômica e valor alto dos impostos fazem com que empresas busquem novas soluções

Empreender é o sonho de muitos jovens. No entanto, essa grande utopia pode se tornar um monstruoso pesadelo quando se deparam com a crise econômica brasileira e com tributos que podem ultrapassar 34% dos lucros obtidos. E pode piorar: esses valores muitas vezes são maiores se considerados os encargos trabalhistas, taxas e outras obrigatoriedades.

“É importante que os empreendedores contratem uma consultoria de confiança, para que profissionais qualificados façam um planejamento preventivo, evitando possíveis falhas e gastos desnecessários”, comenta o gerente tributarista da Marins Consultoria João Lanzoni.

Além disso, o tributarista salienta que não existe mágica e muito menos uma fórmula matemática perfeita, e sim um estudo minucioso de todos os detalhes, sendo assim capazes de reduzir impostos em busca do sucesso.

O planejamento tributário se apresenta, portanto, como um meio viável e legal para permitir a redução da carga das empresas, garantindo uma maior competividade e claro, sua sobrevivência no mercado.

No início de cada ano o empresário tem uma preocupação a mais: definir o regime de tributação (Lucro Real ou Lucro Presumido) mais viável para as atividades durante todo o ano.

“Essa escolha, assim como a prática de qualquer negócio jurídico ou econômico não é simples, podendo gerar consequências positivas ou negativas. Por isso a importância de um assessoramento, permitindo realizar o planejamento tributário necessário, focando na maximização dos lucros e nos bons resultados”, finaliza Lanzoni.

 

Acisc

Sobre: Equipe Revelando São Carlos

O Site Revelando São Carlos prima pela qualidade de suas informações, pois considera importante qualificar as discussões nas suas áreas de maior abrangência, como política, economia, educação, assuntos de relevância social, etc, a fim de prestar o melhor serviço a nossos leitores.

Deixe uma resposta

Seu e-mail (obrigatório)Necessário *

*